Apresentação

A atividade fará uso do computador como um recurso didático benéfico às práticas pedagógicas, especialmente a matemática geométrica e as artes no universo dos desenhos Mangás. O desenho Mangá é uma história em quadrinhos japonesa, contudo bastante diferente das convencionais. Sua história tem origem através do Oricom Shohatsu (Teatro das Sombras) o qual na época feudal percorria variados vilarejos contando lendas utilizando fantoches. Mais tarde, essas histórias passaram a ser escritas em rolos de papel e ilustradas originando o Mangá. Durante a Segunda Guerra Mundial houve uma estagnação na produção e reprodução desse gênero artístico, contudo novamente ganhou força em 1945.

“A prática de ler mangá aumentou consideravelmente nesse período, pois com a guerra poucas atrações culturais restaram. Foi nessa época que surgiu o que podemos chamar de “Walt Disney Japonês”, o Ossamu Tezuka, criador dos traços mais marcantes do mangá: Olhos grandes e expressivos.” (PERCÍLIA, acesso em 10/02/2010[1])

Atualmente o mangá faz parte do universo televisivo tornando-se desenhos animados angariando popularidade e enorme número de fãs atravessando o oceano e fazendo sucesso no mundo inteiro com histórias diversificadas e nunca caindo na monotonia. Os desenhos possuem personagens expressivos e heroicos, como por exemplo, Naruto [2] , Dragon Ball Z [3].

Diante desse grande sucesso, vê-se no desenho Mangá grande possibilidade para a atividade pedagógica utilizando o computador como importante ferramenta. É importante frisar que esse estilo de desenho baseia-se em formas geométricas e atrai a atenção dos adolescentes.

Para o desenvolvimento do trabalho será utilizado o Paint [4] que fornecerá plena noção de introdução à informática, pois é um acessório o qual permite o tratamento de imagens e a criação de vários tipos de desenhos.

 Público Alvo

Alunos do 6º ao 9º da Escola Estadual Augusto Aires da Mata Machado [5].

 Objetivos

 _        Desenvolver o interesse de crianças e adolescentes pela matemática, artes e informática;

_        Realizar trabalho interdisciplinar na escola;

_        Aproveitar o universo recreativo das crianças e adolescentes a favor da informática;

_        Utilizar informática como aquisição de conhecimento;

_        Propiciar maior assimilação do conteúdo de Matemática a partir da prática desenvolvida no Paint;

_        Usar Paint para criar figuras geométricas (auxiliando o estudo de geométria plana) importantes para a confecção de Mangá;

_        Despertar interesse criativo;

_        Aumentar capacidade de concentração.

 Metodologia

A partir de trabalho interdisciplinar nas aulas de Matemática e Artes[6], serão ministradas aulas expositivas sobre geometria e artes no desenho Mangá.

Etapa 1

O professor de matemática fará introdução de seu conteúdo de acordo com o seu planejamento e do que seja importante para o projeto a ser desenvolvido. Utilizará desenhos Mangá do Naruto para que os alunos identifiquem figuras geométricas estudadas.

Etapa 2

Ao professor de artes caberá a função de expor aulas teóricas e práticas de riscos e rabiscos com arte, contorno, movimentos (espontâneos e articulados), coordenação motora fina e grossa, contato com as cores (pigmentação natural e aquarela), tipos de grafites utilizados para a confecção de desenhos.

Etapa 3

Utilizar o Paint para fazer a estrutura geométrica básica do desenho. Na barra de ferramentas, o aluno deverá escolher as figuras correspondentes a serem utilizadas na confecção do desenho Mangá.

Etapa 4

Imprimir os desenhos feitos no Paint em marca d’água e aperfeiçoar à mão com tinta nanquim[7].

Etapa 5

Escanear imagem e apagar linhas de marca d’água utilizando a borracha do Paint.

 Resultados e Discussão

Com base nos conteúdos de matemática, arte e informática o aluno pôde construir seu próprio conhecimento visto que na produção final do trabalho, que aconteceu de forma muito prazerosa, ele criou o desenho Mangá utilizando formas geométricas e sua arte.

A aquisição do conhecimento aconteceu não como algo imposto e desprovido de objetivos, mas formativamente de acordo com sua vontade e conhecimento adquirido. Os desenhos produzidos abaixo demonstram como foi válido o trabalho interdisciplinar nas três áreas.

Essa foi uma forma de mostrar que o professor deve utilizar pedagogia capaz de despertar a capacidade criativa do aluno, principalmente da criança e/ou adolescente que não se interessa por conteúdos que não potencializem o seu conhecimento.


[1] PERCÍLIA, Eliene. http://www.brasilescola.com/artes/o-que-e-manga.htm. Equipe Brasil Escola. (Acesso em 10/02/2010)

[2] Naruto (em japonês: ナルト, Naruto?) é uma série de mangá criada por Masashi Kishimoto e serializada na revista semanal Shonen Jump desde 1999. Recebeu uma adaptação para animê em 2002 produzida pelo Studio Pierrot e exibida pela TV Tokyo, seguida de Naruto: Shippūden (Crônicas de um Furacão) em Fevereiro de 2007, correspondente à segunda parte do mangá. (http://pt.wikipedia.org/wiki/Naruto)

[3] Dragon Ball Z (em japonês: ドラゴンボールZ, Doragon Bōru Zetto?) é um anime que faz parte da franquia Dragon Ball e corresponde aos volumes 17 ao 42 do mangá original (33 a 83 na edição brasileira). Alguns adultos criticaram o grau de violência apresentado, mas isso não evitou o aproveitamento que muitas empresas fizeram do sucesso do anime. (http://pt.wikipedia.org/wiki/Dragon_Ball_Z)

 [4] É importante lembrar que ele é também importante ferramenta para o desenvolvimento da coordenação motora do aluno.

 [5] A Escola é situada em  Gouveia, Minas Gerais. Atende também alunos portadores de necessidades especiais.

 [6]  Os planejamentos  referentes  a estes conteúdos são   elaborados pelos professores das respectivas áreas a partir do CBC (Currículo Básico Comum) que estão disponíveis no Centro de Referência Virtual do professor de Minas Gerais no endereço http://crv.educacao.mg.gov.br/sistema_crv/INDEX.ASP, no link Proposta Curricular CBC.

[7] A tinta nanquim  ou tinta da China  é um material corante (tintapreta, que veio originalmente da China, preparada com negro-de-fumo (pó-de-sapatocoloidal e empregada especialmente para desenhos e aquarelas.

 

Uma resposta »

  1. Patrícia Souza disse:

    O projeto é inovador e muito criativo, pois é uma forma de dialogar com os alunos de forma mais descontraída levando-os à aprendizagem de fato e mostrando a importância dos professores aderirem à tecnologia a qual é ferramenta imprescindível a nossas práticas pedagógicas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s